Buscas pelo jovem alemão no mar de São Jorge sem resultados práticos até agora

Paulo Graça

O comandante dos bombeiros Voluntários de Santana, José António Freitas, confirmou esta tarde ao JM que o corpo do “jovem alemão não foi ainda encontrado”, após três dias de buscas e de todo o trabalho do vasto dispositivo operacional. No teatro de operações, no Calhau de São Jorge, continua algum aparato de meios e operacionais de várias autoridades e instituições de socorro.

Todos estão “a trabalhar nas buscas, em terra e no mar", começa por referir, acrescentando que o dispositivo se mantém no local até ao por do Sol do dia de hoje. Além dos bombeiros, equipas especializadas da PSP e da Polícia Marítima estão no local, além do dispositivo operacional em mar da Marinha e do SANAS Madeira. Ressalva que a seguir cabe ao Comando Regional de Operações de Socorro (CROS) e ao Comandante da Zona Marítima da Madeira a decisão de manter ou suspender as buscas para os próximos dias.

"Até agora, não se conseguiu avistar nada, nem qualquer coisa que seja do rapaz”, revela José António Freitas, que mantém no local uma equipa de resgate e socorro dos BVM. As condições do mar na costa também não “permitem muita segurança aos operacionais, pelo que se tem optado pela utilização dos drones”, ressalva. Neste momento (18:00), ainda não houve sinal do jovem, infelizmente”. O comandante revelou ao JM que os bombeiros estão no local, a patrulhar toda a costa de São Jorge.