Filho agride pai e ameaça socorristas e familiares com faca no Funchal

Além das agressões ao familiar, o alegado autor da violência ainda andou de faca em punho a ameaçar a família e os socorristas, na altura em que estes efetuavam o socorro ao progenitor.

Na passada terça-feira já tinha sido detido devido a violência física e verbal contra o pai. O alegado autor está etilizado e sob o efeito de estupefacientes. E, ontem, à noite, voltou a acontecer mais do mesmo, agora com muito mais gravidade.

Mais uma cena de agressão familiar nos Viveiros, onde o filho de 33 anos voltou a agredir o pai, que ficou ferido na cabeça e na face.

A vítima foi socorrida por uma equipa da Cruz Vermelha Portuguesa, enquanto o filho era detido pela PSP, depois de o mesmo andar a ameaçar a família e os próprios socorristas com uma arma branca.

Leia mais na edição impressa de amanhã do JM.