Turista francesa em pânico ao ver ravina na Vereda da Penha Águia, no Porto da Cruz.

Uma turista francesa de 49 anos não ganhou para o susto, quando caminhava calmamente na Vereda da Penha de Águia.

A mulher enganou-se no caminho e, de repente, num dos vários cruzamentos da vereda principal entrou noutro trilho que foi ter a uma zona de uma ravina. Ao ver escarpa, na costa do Porto da Cruz, e já algo distante do percurso principal, entrou num pânico geral, que evitou fazer qualquer movimento.

A vítima entrou em estado de pânico, ficando "bloqueada" numa zona perigosa. Além do pânico, a francesa teve muitas vertigens, que ajudou a aumentar a sua ansiedade para sair daquele local. Foi socorrida por uma equipa de resgate e montanha dos Bombeiros Voluntários de Santana, de nove elementos e duas viaturas, que ajudaram a sair do local, bem como a acalmar. Não foi preciso o transporte a nenhuma unidade hospitalar, sendo apenas "guiada" pelos "Soldados da Paz" até um "porto seguro".

Paulo Graça