Casal de comerciantes madeirenses encontrado morto na África do Sul

José Luís da Silva, Correspondente em Joanesburgo (África do Sul)

Um casal de comerciantes madeirenses (o homem, natural de São Jorge e a mulher, de São Martinho) foi assassinado no seu estabelecimento de nome ‘Madeira Fish & Chips”, em Christiana, província do Northwest, uma localidade com aproximadamente 3.700 habitantes.

Esta manhã, o JM conseguiu estabelecer contacto com a filha única do casal, Helena da Silva de 44 anos, nascida em Joanesburgo, África do Sul.
Começou por dizer que os seus pais, Dinis Fernando da Silva, 74 anos, natural da freguesia de São Jorge e de Maria Gorete Bettencourt da Silva, 71 anos natural de São Martinho, Funchal, abriram o estabelecimento de manhã, como habitualmente faziam.
Um transeunte que ali passou ou se dirigia para o estabelecimento, notou que algo estava mal pois notou que havia um par de sapatos na entrada e uma das portas de segurança entreaberta, ato contínuo, alertou a polícia, que ocorreu ao estabelecimento onde encontrou os corpos dos inditosos madeirenses que jaziam numa poça de sangue atrás do balcão de atendimento.
Helena Silva disse-nos que até ao momento a polícia não se pronunciou e ninguém sabe o que teria acontecido e como aconteceu. Até ao momento, Helena Silva referiu que a polícia está a proceder a averiguações e não efetuou qualquer detenção.