Criadores portugueses levam propostas a capitais europeias e Nova Iorque

O roteiro internacional do Portugal Fashion passa nos próximos meses por Milão, Paris, Roma, Nova Iorque e Londres para apresentar as propostas de criadores nacionais para o próximo outono/inverno, arrancando no domingo na Milano Moda Uomo.

Em antecipação à agência Lusa, a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) - entidade promotora do evento de moda Portugal Fashion – referiu hoje que, "nos primeiros três meses do novo ano”, o roteiro inclui sete ações externas, “apoiando diretamente uma marca e nove designers nacionais".

A primeira paragem é uma estreia para o Portugal Fashion, que pela primeira vez participa no calendário da semana de moda masculina de Milão, a Milano Moda Uomo, estando marcado para domingo o desfile do designer Miguel Vieira.

Uma semana depois, a 22 de janeiro, está marcada uma passagem por Paris a propósito da Fashion Week Menswear - evento no qual se estreou em junho de 2016 -, com o criador Hugo Costa.

Terminadas as semanas de moda masculinas, o Portugal Fashion regressa no final de janeiro a Itália, para o evento Altaroma, onde apoia os desfiles da marca Pé de Chumbo e dos designers Susana Bettencourt e Estelita Mendonça.

Para fevereiro está marcada a segunda participação consecutiva na New York Fashion Week, com os criadores Katty Xiomara e Miguel Vieira a apresentarem as suas propostas para a próxima estação fria.

De regresso à Europa, será apresentada a coleção de Alexandra Moura, no âmbito da London Fashion Week, que decorre de 17 a 21 de fevereiro, seguindo-se Carlos Gil e Pedro Pedro na Milano Moda Donna, agendada para 22 a 28 de fevereiro e onde a moda portuguesa tem marcado presença.

O roteiro internacional do primeiro semestre deste ano termina em Paris, a propósito da semana da moda da capital francesa, onde serão conhecidas as propostas do criador Luís Buchinho.

De acordo com o diretor de comunicação do Portugal Fashion, Rafael Alves Rocha, "o roteiro internacional para o primeiro semestre de 2017 é representativo da maturidade que o Portugal Fashion alcançou".

"Cumpridos 21 anos de existência, o projeto de moda nacional cresceu, amadureceu e encontra-se agora numa fase de inegável consolidação externa", defendeu.

LUSA