MP acusa homem que abusou de criança mais de 100 vezes durante dois meses

O Ministério Público (MP) acusou hoje um homem de ter abusado sexualmente de uma criança de cinco anos mais de uma centena de vezes durante dois meses, indicou hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

A PGDL adianta que o MP requereu para julgamento em tribunal coletivo um homem, que está em prisão preventiva desde maio de 2016, pelo crime de abuso sexual de crianças agravado.

Segundo a PGDL, ficou indiciado que o arguido, entre setembro e novembro de 2015, sujeitou uma criança de cinco anos a ter consigo “atos de índole sexual”.

Aquele organismo do MP refere que os abusos ocorreram mais de uma centena de vezes na residência do homem, em Lisboa, onde a criança era deixada pela mãe aos cuidados da filha do arguido, enquanto ia trabalhar.

O inquérito foi dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, numa investigação realizada pela Polícia Judiciária.