Primeiro barco movido a energia limpa inicia viagem ao mundo na primavera

 O primeiro barco autossuficiente, movido a energia limpa, vai começar na primavera uma viagem ao mundo de seis anos, no âmbito de um projeto hoje apresentado em França.

O 'Energy Observer', uma antiga embarcação de competição, foi equipado com painéis solares, geradores eólicos e reservatórios de combustível de hidrogénio. A produção de hidrogénio será feita através do processo de eletrólise (indução de energia) da água do mar.

O barco, cujas adaptações custaram cinco milhões de euros, está num estaleiro de Saint-Malo, em França, e iniciará a viagem na região da Bretanha, fazendo em Paris a primeira de 101 paragens, ao longo de 50 países.

"Este barco vai demonstrar que existem muitas soluções para a mudança energética", disse, citado pela agência noticiosa AP, o ambientalista francês Nicolas Hulot, que assistiu à apresentação do projeto, na sede da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), na capital francesa.

O projeto foi concebido, em 2015, pelos velejadores Frederic Dahirel e Victorien Erussard, juntamente com o mergulhador e realizador de documentários Jerome Delafosse.

 

Lusa