Bombista suicida mata nove em explosão no Egito

Um bombista suicida ao volante de um camião do lixo com explosivos fez hoje avançar o veículo contra um posto de controlo egípcio junto a um edifício da polícia no Sinai, matando pelo menos nove pessoas e ferindo dez.

De acordo com responsáveis da segurança e da saúde, o ataque na cidade de el-Arish, na península do Sinai, foi seguido de explosões mais pequenas, com militantes com máscaras pretas a atirar granadas lançadas por foguetes contra as tropas que estavam junto ao posto de controlo.

Três pisos do edifício da polícia explodiram, de acordo com as fontes, que indicaram que até agora nove corpos foram retirados dos escombros, alertando que o número de fatalidades pode ser superior. Dez feridos foram levados para o hospital.

No posto de controlo, dois agentes sobreviveram ilesos. Surgiram relatos, não confirmados, de que alguns membros das forças de segurança foram sequestrados por homens armados.

O camião do lixo tinha sido roubado dias antes do município de el-Arish, indicou um dos responsáveis, sob condição de anonimato.

Nenhum grupo reivindicou responsabilidade pelo ataque até agora.

LUSA